Ads Top

Cantinho do Busólogo: Os simpáticos de Cambuci

Agora vamos mostrar o que a autointitulada Cidade Simpatia tem ao seu dispor em matéria de ônibus. E para isso, não há outro lugar mais convergente do que a rodoviária da cidade, o Terminal Rodoviário Doutor Máximo Tavares. Este terminal foi inaugurado em 07 de outubro de 1978.

Linhas Intermunicipais

A cidade dispõe de linhas intermunicipais rodoviárias operadas, para variar, pela dupla 1001 e Brasil, como manda o figurino no cenário do Norte/Noroeste fluminense em geral.

A 1001 faz a ligação da cidade para a capital através das linhas Pureza-Rio de Janeiro e São Fidelis-Rio de Janeiro (via Pureza), em dois horários diários.

RJ 108.452, na calada da noite seguindo para o Rio

Ambos na calada da noite, sendo um às 00:10hs e o outro às 05:05hs.

Já a Brasil, por sua vez, interliga Cambuci tanto a grandes centros regionais como Campos e Nova Friburgo (através da linha que interliga ambas as cidades)...

... como também a outras cidades nas cercanias como Pádua (Santo Antônio de Pádua)...

e Miracema, por exemplo...

E há também nesta categoria, correndo por fora, uma linha que na teoria é municipal da vizinha Itaocara, mas, na prática, intermunicipal.

A linha ITAOCARA-DIVISA DE CAMBUCI, operada pela empresa Batatal, sediada em Itaocara, além de atravessar o Rio Paraíba do Sul (marco delimitador destes municípios) pela ponte da Bóia, chega até a Rodoviária de Cambuci, seu ponto regulador (ou ponto de retorno, como prefiram).

Vale ressaltar que essa linha tem uma boa frequência, isto considerando que em cidades do interior de um modo geral, as linhas urbanas são operadas em horários predefinidos e escassos (não que esta fuja à regra, mas neste caso específico, há um razoável quantitativo de horarios).

Linhas Municipais

A única linha municipal vista por mim em Cambuci foi a CAMBUCI-SÃO JOÃO DO PARAÍSO, operada pela empresa Barra Limpa.

A linha em questão tem apenas um horário diário de partida (saindo às 07:00hs de São João), bem como outro único horário de retorno (saindo às 14:00hs de Cambuci). A princípio, sabe-se que esta não funciona em feriado nem em dias chuvosos, devido às condições das estradas de chão que ela enfrenta.

Essa linha também liga bairros como a Bóia (próximo do Centro) e também o distrito de Três Irmãos, um dos mais importantes da cidade.

Atenção: Lá a linha não é informada pelo itinerário principal (que ostenta na verdade o nome da empresa) e sim pela placa que nas grandes cidades serviria como placa de vias, localizada no lado direito do pára-brisa.

A empresa Cambuciense, que à primeira vista, aparentemente seria outra operadora de linhas municipais, segundo relatos de moradores locais, transporta estudantes e/ou universitários, sob a batuta da Prefeitura.

Isto é, para visitar algum atrativo da cidade, recomendo você que vá preparado para desembolsar um bocado a mais com um taxi.

Mas se você quiser, tente a sorte com as empresas de turismo locais...

... ou ainda com um pirata...

Duvido que alguma delas me atenderia (ainda mais sozinho) para me levar ao Parque de Exposições ou o Parque Aquático devido à curta distância do Centro. Subir as íngremes e estreitíssimas (tal qual saída de funil para eles) ladeiras de terra para o mirante então? Por eles mesmos, nem pensar (o percurso realmente seria impossível, vide os adjetivos utilizados há pouco) !!!

OBS.: (A fim de evitar margens a interpretações equivocadas, o teor do comentário acima não endossa nenhum tipo de demérito à nenhuma empresa ou prestação de serviço de nenhuma delas, até porque não as utilizei. Que todas tenham sucesso em seus negócios, viagens ou excursões).

Ou quem sabe, esse exótico implemento transportador (cujo objetivo ignoro)?


Aliás, falando em opções alternativas de locomoção, será que, no segmento aquático, algum pescador camarada também te dê alguma carona num desses botes para você navegar um pouco do Valão Dantas até alguma ilha fluvial do Paraíba do Sul (Será???)....

Bem... dizem que diálogo quase sempre resolve, não é mesmo?

E então, quer conversar e convencer algum dos camaradas para um tour fora do expediente deles (caso os botes verdadeiramente de propriedade deles sejam)??? (rsrsrs...)

Torça que além de que eles sejam os donos dos barquinhos, para que eles também te dediquem um tempo vago para isso e que eles façam preços camaradas (isso caso você não consiga uma cortesia... rsrsrsrs...)


Abraço e tudo de bom.

Texto e fotos: Diego Barbosa
Revisão: Luiz Antonio Doria

Nenhum comentário:

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.