Ads Top

Recantos do Rio: Pingo d'Agua

Fala minha gente!

Estou trazendo ao RdV mais um lugar inusitado, daqueles que alguns conhecem, outros já ouviram falar, mas a maioria não conhece.
Em minhas andanças pela Zona Oeste, conto um pouco das minhas passagens por Pingo d' Água, na região da Pedra de Guaratiba.


O Pingo d' Água é um lugar que já levantou discussões entre busólogos e andarilhos nos fóruns do gênero. Creio que muita gente ao ver um carro da 882 da Expresso Pégaso já ficou com aquela pulguinha atrás da orelha, com aquela pergunta clássica - Onde fica isso?
É, meus amigos, nem o São Google Maps consegue identificar onde fica esse lugar de nome esquisito, para não falar bizarro. Nesse material vou esclarecer - ao menos tentar - sanar as dúvidas de muita gente.


Minha aventura começou no terminal Alvorada, onde fiz uma rápida sessão de fotos e conferir o que me aguardava...

Chegando ao ponto regulador dos carros da Pégaso no terminal, uma placa anunciava o meu destino.

...logo começaram a aparecer carros desta referida linha.

A sessão de fotos tava boa mas tinha que ser rápida, pois havia uma longa viagem a fazer: o 87022 seria o carro que me levaria até o Pingo d' Água no melhor estilo "o RDV Testa".
Agora, cá para nós, esses Viale do Cavalo Alado estão clamando por aposentadoria: eles parecem cansados, e o 022 mostrou isso ao longo da viagem...

Alguns desses Viale foram renumerados "pra cima".


A linha 882 - Santa Cruz x Barra da Tijuca é uma linha polêmica que levanta discussões não só nos fóruns de busologia mas também entre seus usuários: uns dizem que é uma das linhas mais
rentáveis do Cavalo Alado, outros dizem que as coisas não são bem assim por conta da distância percorrida pela mesma.


A 882 é extremamente longa: uma perna não é feita em menos de 2 horas. muitos acham que ela deveria receber o mesmo tratamento de linhas como S-20 e 382, linhas de vitrine da empresa, que atendem a Zona Sul com os carros mais novos, enquanto a 882 que é considerada como uma das maiores frotas da cidade é basicamente composta pelos carros mais velhos como Viale OF-1721, Apache Vip I OF-1722 que eram no primeiro momento da S-20 e 382 e os primeiros Torino G7 VW 17-230 EOD da remessa de 2007 que também prestavam serviços nas duas linhas da Zona Sul e que atualmente estão no bagaço.


Quando trabalhei na Barra da Tijuca em 2007 pude acompanhar a 882 mais de perto e pude constatar que realmente a linha é problemática, com constantes enguiços, inclusive muitos em plena Serra da Grota Funda. Por conta desses problemas da linha a Pégaso esta longe de estar entre as melhores empresas da capital...


A linha principal sempre foi 882 - Barra da Tijuca x Santa Cruz Via Pedra de Guaratiba, mas com o passar dos anos e tentando adequar melhor às coisas a empresa foi criando parciais,
variantes, sobre as quais atualmente não se sabe ao certo quantas existem... Basicamente a estrutura atual da linha é a seguinte:


882 - Santa Cruz x Barra da Tijuca, via Rio Santos
882 - Santa Cruz x Piraquê/Pedra de Guaratiba
882 - Barra da Tijuca x Sepetiba, via Pedra de Guaratiba
882 - Alvorada x Santa Cruz
882 - Alvorada x Pingo d'Água
882 - Barra da Tijuca x Pingo d'Água, via Pedra de Guaratiba


Vamos falar será da última versão citada. Embarquei no 022 por volta de 12h10 no Terminal Alvorada rumo ao Pingo d' Água. Muito calor, e a viagem prometia ser longa. Acabei caindo no sono, e acordei próximo ao Bairro Piraquê.

A localidade fica dentro da Pedra de Guaratiba, que já foi postada aqui no RDV, num ótimo material trazido pelo companheiro Franklin Brainer.


O Piraquê fica no extremo da Pedra, ao longo da Estrada da Matriz, e a ponte sobre o Rio Piraque é a principal referencia do lugar. Meu interesse era atingir o outro extremo da Pedra: o Pingo d'Água, no entroncamento com a Estrada do Piaí.


Depois de 1:30 de viagem cheguei ao ponto final da 882, no Pingo d' Água.


Essa comunidade de nome estranho, que também chamam de Nova Sepetiba II, fica na região de Cinco Marias.


Essas comunidades são consideradas áreas especiais de interesse social, para fins de urbanização e regularização fundiária, devido a invasões e assentamentos indevidos, bem próximo ao entroncamento da Estrada da Pedra com a Avenida das Américas.

A partir daqui a Av. das Américas tem seu inicio com o hiper perigoso trecho conhecido como Rio x Santos, que se segue até a subida da Serra da Grota Funda. A Jabour tem uma variante da linha 866 - Campo Grande x Pingo d' Água/Cinco Marias, que atende à região.

Abração, e tudo de bom :)

Texto e fotos: Paulo Eduardo
Revisão: Rodrigo Silva

2 comentários:

  1. Matou uma curiosidade minha de anos! Parabéns pela reportagem.

    Na minha opinião o verdadeiro busologo é esse: busólogo que sai, anda de ônibus desbravando bairros dsconhecidos.

    Depois de ter estudado várias linhas, conhecido vários lugares, aí sim posso dar alguma opinião.

    Muita gente gosta de dar opiniões sem fundamentos, sem conhecer o sistema.

    Ando desbravando bairros sempre que posso de forma alternaiva.

    ResponderExcluir
  2. Esse é o Paulo Eduardo, mostrando recantos do nosso Rio que muitos cariocas - inclusive eu - não conhecia.

    Parabens meu caro por mais esse achado.

    "...o verdadeiro busologo é esse: busólogo que sai, anda de ônibus desbravando bairros dsconhecidos."

    Abraço e tudo de bom

    ResponderExcluir

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.