Ads Top

Sessão Nostalgia: Viação São José Ltda

Sras. e Srs., muda a cena e mudamos de assunto. Desta vez, vamos falar de “busologia”...

Sr. Editor, acho que o Sr., está maluco?!?!, pois aqui, quase só falamos sobre esse assunto...OK, então a Sessão Nostalgia do RdV muda só de região geográfica, mas não muda de assunto. E após duas edições, vamos presentear os fluminenses, não os que torcem pelo Fluminense Futebol Clube, e sim os naturais e moradores do antigo estado do Rio de Janeiro – e não mais o antigo estado da Guanabara - e vai para a querida, hospitaleira e próspera New Iguaçu city, ou para os íntimos a cidade de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Nossa terceira empresa é bastante tradicional e antiga, é a “Viação São José Ltda.”. Vamos conhecer mais um pouco essa Sra. Sua origem é de ônibus, em 1936, e durante algum tempo operou com razões sociais de seus proprietários - Oscar Soares (fundador) e José Soares, com o antigo prefixo DETRO 75 – com garagem na Estrada Dr. Plínio Casado, 4, fazendo inicialmente a linha Nova Iguaçu x São João do Meriti.A influência e a participação social, foram tão fortes, que a rua em frente a garagem tornou-se, Av. Oscar Soares.

A origem do nome é desconhecida, mas prevê-se que devido ao José Soares, ser filho do Oscar, ela seja a fervorosidade católica natural da raça portuguesa, em homenagem ao seu santo preferido. Na década de 70, alterou sua razão social para “Viação São José Ltda.” e operou além da linha tradicional, operou as linhas Nova Iguaçu x Cobrex e Nova Iguaçu x Ponto Chic (ambos bairros de Nova Iguaçu), e Nova Iguaçu x Bel Ford Roxo (na época distrito de Nova Iguaçu), na mesma garagem. Quando houve a fusão dos antigos estados da Guanabara e do Rio de Janeiro, o DTR foi substituído pelo DETRO e todas as empresas com ônibus em linhas intermunicipais, adotaram um prefixo específico, com a letras RJ na frente dos dígitos. Dessa forma a São José,
recebeu o prefixo RJ 200.000, para a linha intermunicipal e manteve o prefixo NIG 01-xx, para o município.

Utilizou em sua frota, muitos CIFERALS e METROPOLITANAS. Mas como por volta de 63/64, a CIFERAL deixou de fabricar urbanos e Oscar, conhecido pelo seu temperamento difícil, caprichou na manutenção e orgulho próprio.

Aborreceu-se com a METROPOLITANA, dai optou pela CERMAVA, de 1965 até 1970, padronizando a frota toda em 1969, com carros LP e LPO, novos e encarroçados. Com a união da CERMAVA e a METROPOLITANA, a velha bronca veio a tona e aí ficou sem comprar carros novos até 1971, quando começou a comprar CAIOS, tornando-se cliente preferencial da encarroçadora, até a sua morte.

Nessa época, contava com uma frota de 100% entre, Bela Vista, Bela Vista Máscara Negra, Gabriela I e II e Alpha,. como ilustram os desenhos e a foto. Suas compras sempre foram no máximo de quatro veículos de cada vez - dizem que pagos à vista - e sua identidade visual básica, sempre teve dois tons de verde, variando pelas épocas na intensidade mais clara e/ou mais escura, e branca.

Com uma manutenção impecável, ele não admitia carro seu enguiçado na rua, tanto que a empresa jamais teve carro socorro, somente Pick-Ups Ford para o serviço de trocas de pneus e inspeção de tráfego. Não admitia em hipótese alguma, carros rodando com pneus furados e o motorista tinha que parar imediatamente ao perceber a anomalia mandando o trocador a garagem chamar por socorro.

Também não admitia, empurrar qualquer carro da frota para "pegar no tranco", só para desobstruir a via, e não permitia, que o motorista aproveitasse o embalo para que o motor voltasse a funcionar. Não suportava motorista mal barbeado ou cabeludo, cobrava a aparência dos mesmos pessoalmente, e demitia qualquer um que não se enquadrasse no seu sistema de trabalho.

Trabalhar na São José era ponto de honra para qualquer motorista, que conseguia vaga fácil em qualquer empresa, pois era sabido que para trabalhar lá o profissional tinha que ser bom, senão não era nem admitido.

Tinha que saber correr muito, sem dar trancos, solavancos, freadas bruscas etc.

Ele gostava de ficar na porta da garagem e não admitia que um carro da empresa passasse em frente ao portão, sem estar a frente dos carros das concorrentes...principalmente da Empresa de Transportes Municipal Ltda., que chamava de camarão devido a cor de sua pintura.

Em algumas linhas, havia trechos em terra batida e ele ficava “muito fulo da vida”, quando um motorista por imperícia deixasse atolar ônibus. Renovava a frota em torno dos 5 a 7 anos, com venda fácil dos carros antigos, devido a excelente manutenção.

Continua em operação até os dias de hoje, com uma empresa forte e bem administrada, sempre com veículos novos e identidade visual moderna, através de seus sucessores. Quem tiver algo para adicionar a matéria, fique a vontade de nos contatar. Só assim, resgataremos essa história, dos assuntos que gostamos e curtimos.

RECORDAR É VIVER. Até a próxima...


Texto: Eduardo Cunha

Fotos: Acervo Cia de Onibus

Desenhos: Armando Reis

Edição: Luiz Antonio Doria


5 comentários:

  1. Êta português teimoso, esse sr. Oscar, ó Eduardo!
    Mas assim ele garantiu a confiabilidade em sua empresa e em seus funcionários.
    Parabéns pelo texto e grande abraço ao amigo.

    ResponderExcluir
  2. É Falcão tem portugueses de várias estirpes. Esse não deveria ser de Trás-Os-Montes. Mais uma vez, grato pela visita e comentário. Abraços,

    ResponderExcluir
  3. Uma das materias mais incríveis que vi até hoje sobre uma empresa... Parabésn Edu pelo brilhante texto e parabéns a todos do RDV pela competente materia...
    Abração,

    Sydney Junior
    http://www.ciadeonibus.com
    http://www.youtube.com/user/CIADEONIBUS
    http://br.groups.yahoo.com/group/ciadeonibus/

    ResponderExcluir
  4. Sydney, elogios e reconhecimentos vindos de você, me dizem muito e enaltecem o meu trabalho e de todo o grupo. É ótimo ter a opinião e a visita da "Cia de Onibus" no blog. Grato pela visita e se acostume a vir, ver e comentar pois temos Sessão Nostalgia, todo mes. Abração, Edu.

    ResponderExcluir
  5. que legal esta matéria!sou motorista de ônibus aqui em são paulo e devo dizer que mesmo com toda vistoria,fiscalização,etc,os ônibus daqui são bem judiados...mesmo os mais novos,vivem dando manutenção devido ao péssimo estado das nossas vias...

    ResponderExcluir

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.