Ads Top

A Santana do Livramento de Oliveira Fortes

Oliveira Fortes é uma pequena localidade encravada na Serra da Mantiqueira aos 826 metros de altitude. Recebeu este nome em homenagem ao capitão Francisco José de Oliveira Fortes, um dos desbravadores e pioneiros da localidade e pai de Crispim Jacques Bias Fortes, que foi presidente (governador) do Estado de Minas Gerais de 1894 a 1898.

Um dos feitos de Bias Fortes foi a transferência da capital mineira: De Ouro Preto para Belo Horizonte, em 12 de dezembro de 1897.

Segundo o IBGE, a cidade possui menos de 2.000 habitantes, mas ao se chegar a praça principal, onde fica a antiga estação do Ramal de Mercês da Central do Brasil, tem-se a impressão que o número é bem menor.

A ocupação de suas terras começou quando três famílias - Costa Viana, Carvalho Campos e Oliveira Fortes - doaram um terreno de quarenta e cinco alqueires para a construção de uma capela...

...a capela de Nossa Senhora do Livramento, inaugurada no ano de 1822. E nos arredores desta capela é que nasceu o povoado de Santana do Livramento.

O povoado foi crescendo de vento em popa graças a uma economia agrícola e pecuarista. No ano de 1880, o povoado de Santana do Livramento é elevado a categoria de distrito subordinado ao município de Barbacena.

O Século XX chegou para Santana do Livramento nos trilhos da Central do Brasil...

...por meio do Ramal de Mercês - ou ramal de Piranga - ligando o povoado de Livramento (ou Santana do Livramento) a Palmyra (Santos Dumont). E no ano de 1911, era aberta a Estação Ferroviária de Livramento.


Até 1914, ela era ponta de linha quando o ramal foi prolongado até a cidade de Mercês. Hoje só a estação retrata a época em que o trem passava por ali.


Em 1969, o ramal foi extinto - com direito a retirada dos trilhos - e a estação fechada...


...servindo atualmente como sede da Empresa de Correios e Telégrafos.

Em 1943, por meio do Decreto-lei estadual nº1058 o distrito de Livramento passa a se chamar Oliveira Fortes, homenageando o filho ilustre. Mas o pequeno distrito ainda pertence a Barbacena.

Símbolos da autonomia administrativa de uma cidade: A prefeitura e a Câmara de Vereadores.

Só dez anos depois é que Oliveira Fortes desfruta do gostinho da autonomia administrativa: A Lei nº 1.039 de 12 de dezembro de 1953 eleva o distrito de Oliveira Fortes a categoria de município, constituído apenas de seu distrito-sede.


Vê-se poucas casas, alguns estabelecimentos comerciais, o prédio bem cuidado da Prefeitura Municipal, a minúscula Câmara Municipal e poucos, muito poucos, oliveira-fortenses.

Pode-se conversar tranquilamente na praça, sentado no simpático coreto de onde se admira a imponente araucária, que domina a paisagem com seu verde exuberante. Enquanto isto as crianças visitam a pequena sorveteria e correm livres e soltas.


No alto de um morro, acimada igreja Matriz de Nossa Senhora do Livramento, vê-se uma réplica em menor escala do Cristo Redentor.

De lá, avista-se toda a cidade e pode-se respirar o ar puro das intermináveis montanhas mineiras.

A tranquilidade é a marca do lugar. Longe de qualquer stress, próximo da natureza, com um sossego que só as montanhas mineiras proporcionam, se ainda tivesse trem, seria um local ideal para morar após a aposentadoria.

Como Chegar

Capela de Bom Jesus
Vindo de Belo Horizonte ou Rio de Janeiro: Seguir pela BR-040 até o acesso a MG-452. Por esta, siga até o centro de Oliveira Fortes

Linha de Ônibus: Para se deslocar para lá de ônibus deve-se ir para Santos Dumont. De lá tem um ônibus da Viação Pires que atende a Oliveira Fortes. Portanto, vindo do Rio ou BH, o caminho é um só, via Santos Dumont.

Rio x Santos Dumont
Barra Mansa x Santos Dumont
Angra dos Reis x Santos Dumont
Macaé x Santos Dumont
Resende x Santos Dumont
Niterói x Santos Dumont
Volta Redonda x Santos Dumont
Barbacena x Santos Dumont (UTIL)

Belo Horizonte x Santos Dumont (Cia. Atual de Transportes)

Abraço e tudo de bom! Obrigado pela sua visita!







Texto: Jorge Ferreira e Luiz Antonio Doria

Edição e Revisão: Luiz Antonio Doria

Fotos: Jorge Ferreira. Foto de Bias Fortes extraída do site da Sec. de Governo do Estado de Minas Gerais.

Fonte Pesquisa: Biblioteca IBGE

Um comentário:

  1. Demais!! Essas cidadezinhas mineiras são tudo de bom! Calmaria total, um verdadeiro paraíso!!!

    Sou fã do trabalho de vocês! Um abraço!!

    ResponderExcluir

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.