Ads Top

O Rodeio do Engenheiro Paulo de Frontin

No caminho para Barra do Piraí, nos encontramos com a cidade que homenageia um ilustre engenheiro, responsável pelo "milagre da água em seis dias".

Com vocês, Paulo de Frontin: a cidade e o respeitável engenheiro.

ANDRÉ AUGUSTO PAULO DE FRONTIN (1860 - 1933)

Paulo de Frontin foi senador, prefeito do Districto Federal do Rio de Janeiro e deputado federal. Mas seus feitos políticos não se comparam ao seu maior feito: Junto com outro Engenheiro, Raimundo Teixeira Belford Roxo, multiplicou o abastecimento de água na cidade do Rio de Janeiro em seis dias!

Outro grande feito seu foi o "bota abaixo", quando o prefeito Pereira Passos voltou de Paris obstinado a mudar a cara da capital. Paulo de Frontin foi o responsável pela construção da Avenida Central - hoje Rio Branco - e das Avenidas Niemeyer e Delfim Moreira.

Por essas e outras obras na área da Engenharia, Paulo de Frontin é considerado o patrono da engenharia nacional.

Soledade de Rodeio, mas pode me chamar de Paulo de Frontin.





A cidade era habitada por índios tamoios e suas terras se estendiam da Serra do Mar até o Vale do Paraíba. O nome "Rodeio" veio dos primeiros homens brancos que habitaram por aqui em meados do século XVI, que faziam rodeios de gado que eram destinados a abate na Corte na localidade. Chegava-se a cobrar uma espécie de pedágio correspondente ao número de cabeças de gado que por ali passavam.

O que hoje conhecemos como zona urbana de Paulo de Frontin era parte das terras da Fazenda Hermitage, de propriedade de Joaquim Anjos de Oliveira do Alto. Este cedeu parte destas para que os trilhos da E.F. Dom Pedro II passasse por ali. E em 1863...

...foi inaugurada a Estação Ferroviária de Rodeio, com a presença do Imperador Pedro II e de sua esposa, D. Teresa Cristina. No mesmo dia, foi inaugurado o Túnel Grande.

Tunel Grande do lado de Eng. Paulo de Frontin

Também conhecido como "Túnel doze" teve sua obra iniciada em 1859 e possui uma extensão de 2,245 m servindo de ligação entre Eng. Paulo de Frontin e Humberto Antunes, já no município de Mendes.

A esq., a Estação Ferroviária de Humberto Antunes.

Falando na estação de Humberto Antunes, ela foi inaugurada em 1894 com o nome de Tunnel Grande com o objetivo de facilitar a carga e descarga da Fabrica de Papeis Itacolomy, que dispunha de uma pequena linha com cerca de três quilometros e movida a tração animal.

A Estação teve seu nome alterado para Ottoni - que ganhou sua própria estação em 1914 - e depois, de forma definitiva, para Humberto Antunes.

Humberto Saraiva Antunes foi um engenheiro que dedicou trinta e sete anos de sua vida a Central do Brasil e sua competência era tanta que chegou ao cargo de sub-diretor da 3ª Divisão no ano de 1911. Esta divisão foi responsável pela duplicação da linha férrea em direção a Serra do Mar.

Este não foi o único túnel que ele abriu. Tanto que temos o "Túnel onze"...



Com 660,30 m de extensão, é considerado por muitos uma obra que exigiu uma complexidade e muita cautela para ser feito. Inaugurado em 1914 para duplicar o trecho entre Barra do Piraí e Japeri é uma obra de arte projetada por Paulo de Frontin, quando este era o diretor da Estrada de Ferro Central do Brasil.


Igreja Nossa Senhora da Soledade

O tempo passou e Rodeio passou a pertencer a Vassouras. Era o sexto distrito da cidade e passou a ser denominada por Amandaba, que em tupi-guarani significa Circuito.
O Viaduto Ferroviário ontem...
...e hoje...

Mas o povo sempre preferiu Rodeio...

Em 1943, passou a se chamar Soledade de Rodeio e em 1946, para homenagear aquele que grandes coisas fez pela localidade - e pelo Rio de Janeiro - Rodeio passava a se chamar Engenheiro Paulo de Frontin.

No dia 4 de outubro de 1963, Engenheiro Paulo de Frontin é elevado a categoria de cidade, desmembrando-se de Vassouras e sua divisão administrativa foi composta do distrito-sede, do distrito de Sacra Família do Tinguá e do distrito de Morro Azul.

O distrito de Sacra Família do Tinguá nasceu em meio aos cafezais e a riqueza advinda dele, assim como todos os arraiais na região. Em 1715, foi erguida uma capela dedicada a Nossa Senhora da Conceição, erguida pelos próprios moradores.

Em 18 de julho de 1750, a pedido de Joaquim Ferreira Varela e dos próprios moradores, o povoado recebe o título de Freguesia da Sacra Família do Caminho Novo do Tinguá.

Como Chegar

Vindo do Rio de Janeiro/São Paulo: Seguindo pela Via Dutra até o acesso a RJ-127 e por esta seguir até a cidade de Paracambi. De Paracambi, siga pela Rua Dr. Nilo Peçanha e continue na RJ-127 virando a direita na Rua Manoel da Silva Neves (Pórtico de Eng. Paulo de Frontin) continuando pela Rua C. Lima e vire a esquerda na João Batista Ferrini.

Linhas de Ônibus

Rio de Janeiro x Eng. Paulo de Frontin (Normandy)

Eng. Paulo de Frontin x Mendes
Eng. Paulo de Frontin x Paracambi(Viação Progresso)


E é com a visão dos túneis onze e doze que encerramos mais um relato de viagem! Abraço e obrigado pela sua visita.


Até a próxima!






Texto: Luiz Antonio Doria
Fotos: Luiz Antonio Doria, Rodrigo Silva e Jorge Ferreira
Foto do Eng. Paulo de Frontin extraída do site do Clube de Engenharia
Fonte Pesquisa: Wikipedia, CNM e Estações Ferroviarias

Um comentário:

  1. A pequena Paulo de Frontin, eterna Rodeio!

    Uma das mais bonitas e imponentes estações ferroviárias do estado.

    E uma das menores e mais aconchegantes cidades também, aquela que fica entre duas serras!

    Vale citar como atrações também o Lago Azul (que na verdade é verde!), e que fica na estrada em direção à Sacra Família, e ainda a singela e preservada estação de Morro Azul, entre Gov. Portela e Sacra Família.
    Também em Sacra Família, o tradicional Acampamento [Metodista] Clay, mantido pelo ICP – Instituto Central do Povo (www.institutoicp.org.br), merece um visita.

    Voltando a Rodeio, uma partida de futebol no campo do Ferroviário de Paulo de Frontin pode não ser uma emoção tão grande assim, mas com certeza é para poucos, afinal, se Paulo de Frontin soa desconhecida para muitos, que dirá um clube com esse nome!

    Lamentavelmente, outra grande atração hoje não é mais possível, mas quem subiu e desceu a serra atravessando não somente o Túnel 12mas todos os outros do percurso a bordo do Barrinha (como eu fiz várias vezes!), nunca vai tirar da lembrança os bons momentos que essa cidade pode proporcionar aos de fora dela.

    ResponderExcluir

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.