Ads Top

O Circuito das Águas do Sul Mineiro - CACHAMBUM



Depois de conhecer São Lourenço...




...e a belíssima Cambuquira, o RdV te convida para conhecer mais uma cidade pertecente ao CIRCUITO DAS ÁGUAS DO SUL MINEIRO.







Bem-Vindos a CAXAMBU!!!!



Tudo começou com uma sesmaria no ano de 1711 com o nome de Cachambum, que no dialeto tupi significa "Água que borbulha" ou "Bolhas a ferver".
Águas cujas fontes foram descobertas no ano de 1814, nas duas únicas fazendas que existiam naquela localidade descoberta pelo bandeirante Lourenço Castilho Taques no ano de 1674. Seguindo a trilha de Jacques Félix, o moço, ele avistou o morro do Cachumbu. Nesta época, Cachambum era habitado pelos índios Cataguases.

Com a descoberta das tais fontes, as terras da fazenda do Caxambu (pertencentes a Freguesia de Baependi) foram desapropriadas pelo governo da província no ano de 1861.




Fonte Dom Pedro II: A mais antiga e simbólica do Parque das Águas. Homenageia o Imperador Pedro II, o magnânimo. Representado por uma réplica da coroa imperial em seu interior.



Com o passar dos anos, a fama dos poderes afrodisíacos e de cura dessas fontes chegou aos ouvidos da Corte Imperial e em 1868, chegaram em Caxambu a Princesa Isabel e o Conde D´Eu.


A Princesa e a Santa: O pagamento de uma promessa, graças às águas de Caxambu

No ano de 1868, a Princesa Isabel, acompanhada do Conde D´Eu, chega a cidade em busca de uma solução para a sua infertilidade. Por meio das águas ferruginosas, ela cura uma anemia e concede um herdeiro para o trono real.


Em agradecimento, ordena que seja erguida uma igreja dedicada a Santa Isabel daHungria, que apesar de ser construída em 1868, foi consagrada a santa somente em 1897 .
No ano de 1875, Caxambu é incorporado a Baependi, tornando-se distrito da mesma. A exploração de suas fontes é concedida a empresas particulares pelo governo mineiro. E, finalmente, em 1901 Caxambu é elevada a categoria de Vila.
Quatorze anos depois, Caxambu adquire a sua autonomia político-administrativa e em 1938 um de seus distritos iria se desmembrar: A atual cidade de Soledade de Minas.


Um dos principais atrativos de Caxambu, é claro, é o Parque das Águas.


Com doze fontes de água mineral e uma área de 210.000 metros quadrados, o parque possui uma vasta área verde e espaço destinado a desportistas e lazer para toda a família. Vamos mostrar algumas dessas doze fontes.




Fonte D. Leopoldina: Captada em 1850, sua construção data de 1912. Homenageia a filha de Pedro II e suas águas são propícias para o tratamento de problemas hepáticos, de vesícula biliar e alterações do intestino grosso.

Fonte Duque de Saxe: Homenageando o marido de Dona Leopoldina, ela possui águas de propriedades medicinais indicadas no tratamento do aparelho gastrointestinal.


Fonte Venâncio: Uma homenagem a Venâncio da Rocha de Figueiredo, caxambuense que se dedicou de corpo e alma ao Parque das Águas e que participou intensamente da captação das fontes minerais de Cambuquira e Lambari. As águas desta fonte tem ação diurética, digestiva e atua normalizando a pressão arterial.





Fonte Viotti: O Dr. Policarpo de Magalhães Viotti fou um ilustre caxambuense que fundou a Empresa das Águas de Caxambu, primeira empresa responsável pela comercialização das águas minerais, em 1886. Por esta iniciativa, o Dr. Viotti foi homenageado tendo seu nome nesta fonte cujas águas são de propriedade diurética e ação em disssolver cálculos renais.



E o que será isso? Um cogumelo gigante? Não, é um Geyser. Aí você pergunta: Ué, mas isso só tem no estrangeiro! Imagina se uma republiqueta de banana vai ter um negócio desses?



Pois é! Mas tem!O Geyser Dr. Floriano Lemos é ideal para a pele. Suas águas possuem uma temperatura de 27º C e alcance de oito metros de altura.




Como chegar




Vindo do Rio de Janeiro: Encare aVia Dutra até o distrito de Engenheiro Passos, em Resende. Deste ponto, adentrar na BR-354, passando por Itamonte, Pouso Alto e pegar as indicações para Caxambu.


Linha de Ônibus:

Rio de Janeiro x Caxambu
Resende x Caxambu
Volta Redonda x Caxambu (Viação Cidade do Aço)



Vindo de São Paulo: Há duas alternativas.



  • Seguir pela BR-381 até o trevo de Campanha. Deste ponto, adentrar na BR-267 e seguir por dentro de Campanha até Caxambu;

  • Seguir pela BR-116 (Via Dutra) até o trevo de acesso a Cruzeiro. De Cruzeiro, siga até a cidade mineira de Passa Quatro e prossiga a viagem até Itanhandu e Pouso Alto. De Pouso Alto até Caxambu, são mais 35 km de estrada.

Linhas de Ônibus

São Paulo x Caxambu Via Passa Quatro/São Lourenço

Ribeirão Preto x Caxambu (Seção da Juiz de Fora x Ribeirão Preto)
São José dos Campos x Caxambu (Viação Cometa)

Vindo de Belo Horizonte: É seguir pela BR-381 direto até o acesso para Campanha. De Campanha até Caxambu, mais 60 km de estrada.

Vindo de Juiz de Fora: É encarar todo o trajeto pela BR-267.

Linhas de Ônibus

Juiz de Fora x Caxambu (Viação Cometa)

Belo Horizonte x Caxambu

Caxambu x Baependi

Caxambu x Lambari (Viação Gardenia. Confira outras linhas ligando Caxambu a outras cidades mineiras no site da empresa)


Obrigado pela sua visita! Abraço e tudo de bom!


Texto: Luiz Antonio Doria
Fotos: Rodrigo Gomes. Foto da Igreja de Sta. Isabel da Hungria extraída do site do Hotel Central Parque
Fonte Pesquisa: Wikipedia, CNM (Confederação Nacional dos Municípios) e Prefeitura da Cidade de Caxambu

Nenhum comentário:

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.