Ads Top

Supervia informa: Tragam suas almofadas, pois a viagem será longa

Já de saida de Paracambi, resolvi embarcar numa emocionante viagem sobre trilhos...

Vemos uma placa já desgastada da Supervia e da prefeitura de Paracambi sobre a estação de trem.

A estação parece um pouco melhor do que a placa, não acham?

Acho que a modernidade chegou a Paracambi com a catraca eletrônica.

Mas gostaria de dizer a mesma coisa do trem que serve a parcial, será que posso chamar assim a linha Paracambi x Japeri?

Bem aproveitei para registrar o cotidiano dentro do trem, quero chamar a atenção para esta foto: O vendedor de jornais que aos gritos anunciava de modo engraçado a manchete do dia: "Morre o pai do prefeito!!! Morre o pai do prefeito de Guapimirim!!! Foi assassinado na porta de casa!!!".

Algumas paisagens entre Lages (Paracambi) e Japeri. Lages abriga uma das estações mais antigas do Brasil: Fundada em 1858, serviu como final de linha do Ramal Japeri até a inauguração da Estação de Paracambi em 1861.

A princípio, a estação era chamada de Nicanor Pereira (deve ter sido algum engenheiro da E.F.C.B.) e depois denominada Lages da Central. E depois, Lages.

Um pouco do trem que me levou de Japeri para Central do Brasil, a despedida do trem de Paracambi...

...e além dos arredores da estação de Japeri (Que já foi "Belém" um dia) e a placa que prova aonde estive.

Um pouco da paisagem do caminho: acredito que seja o rio Guandu ou um dos seus afluentes.

A estação de Queimados. Gostaria de ter tido coragem de tirar mais fotos, mas a medida que o trem foi enchendo perdi a coragem de registrar o caminho. Quer saber mais sobre Queimados? Clique aqui. Pode clicar que não tem vírus não hehehehe


Estação CENTRAL DO BRASIL (Enfim...)

Finalmente estação central do Brasil! Tema até de filme que concorreu ao oscar é uma cena corriqueira para muitos cariocas e fluminenses. Mas de uma certa forma é novidade para mim, pouco habituado a andar de trem.

Afinal o trem deste lado da poça, já não funciona há muito tempo. Temos um trem descansando depois de uma longa viagem desde Santa Cruz e a frente do trem que me levou para Central.

Já do lado de fora resolvi fazer um lanche, fico devendo a foto do local, mas muito conhecido da turma que frequenta a central, bebi o famoso refresco de Jacuba laranja (o Silva deve estar rindo ao ler esta frase. Depois explico aos amigos o significado) e um italiano (do lado de cá da poça) ou joelho (lado do Rio).

Resolvi experimentar a integração da Supervia para o centro do Rio, e olha o que me esperava.

Segundo a cobradora ou bilheteira da supervia(vocês escolhem: para ajudar, ela esta de uniforme da supervia) o Apache Vip, caracterizado para integração, estava na reforma.

E esse prefixo em branco? Indica que essa "belezura" já tá se preparando para se integrar ao serviço integrado é?

Como estava a serviço do RDV, registrei da janela do GLS um pouco do centro do Rio...

...e saltei no forum e andei até a estação das barcas na praça XV.

Olha o Neves aí gente!

É a barca que me levou para Niterói e aproveitei para registrar a bela paisagem da baia de Guanabara com as novas barcas numa foto e na outra ao fundo o Rio de Janeiro, visto do Bay Market

Shopping que fica ao lado da estação das barcas de Niterói, também conhecido como "São Gonçalo Fake Shopping Rio".

"Amo muito tudo isso"

Um sorvetinho porque ninguém é de ferro...

...e o guerreiro da Rio Ita que encerrou minha aventura do dia.

Abraço e tudo de bom!

Texto e Fotos: Leonardo Branco

Revisão: Luiz Antonio Doria

2 comentários:

  1. De Paracambi à SG faz jus ao nome do blog, é um autêntico roteiro de viagem!

    O trecho Japeri x Paracambi é considerado um ramal independente, tipo assim, se um dia quiserem acabar com ele, acabam.
    Como de fato já ficou um bom tempo desativado.
    Mas acho que isso não ocorrerá mais...

    A foto do Rio Guandú é na foz do Rio São Pedro, que nasce nas serras da REBIO do Tinguá, cruza Jaceruba e forma uma mini-lagoa-prainha quando encontra o Guandú. Em outras épocas quando o Rio São Pedro era menos assoreado e o volume de água maior, era bem mais bonito, mas ainda hoje é um belo cenário e uma área de lazer das redondezas no alto verão.
    O pôr-do-sol ali é muito lindo.

    Bela postagem, parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Poxa obrigado Marinaldo pelas palavras e explicações, pois fiz essa viagem quase no escuro no que se refere conhecer a paisagem, mas adorei tudo, quer dizer, menos o lixão de Paracambi ao lado da linha férrea.

    Abraços e tudo de bom,
    Leo Branco.

    ResponderExcluir

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.