Ads Top

AS ÁGUAS VIRTUOSAS DE SÃO SEBASTIÃO DE CAMBUQUIRA

Com a parceria do OnibusS.com/Onibus Cariocas, o Rdv prossegue com a série de matérias sobre o Circuito das águas de Minas. Primeiro, mostramos a cidade de São Lourenço e suas fontes com águas de propriedades medicinais. Agora, é a vez de Cambuquira.

A Fazenda das Três Irmãs

Tudo começou com a Fazenda Boa Vista, pertencente a três irmãs (Que não eram da Família Jequitibá...eram da Família Silva Goulart): Ana, Joana e Francisca. Como elas não tinham herdeiros, deixaram a fazenda para os escravos que trabalhavam para ela.

Com a descoberta de fontes de águas minerais, muitos vieram em busca do poder de cura destas águas e a Câmara Municipal de Campanha (No período em que aconteceu a descoberta, Cambuquira era parte integrante deste distrito e veio a ser arraial no ano de 1872) declarou as terras como de utilidade pública.

No ano de 1894, o arraial de Cambuquira ganhava uma estação ferroviária que trouxe progresso e rápido desenvolvimento para a cidade. E no ano de 1911, Cambuquira adquiria status de cidade, emancipando-se de Campanha.

Cambuquira só veio a ser considerada Estância Hidromineral cinquenta e nove anos depois de sua emancipação (Faz as contas aê, mermão!), em virtude do forte ritmo que o turismo local determinava.

O Parque das Águas da cidade possui seis fontes de água (a saber: ferruginosa, alcalina, magnesiana, sulfurosa, gasosa e com lítio)...

mais as fontes do Marimbeiro e do Laranjal, localizado nas cercanias da cidade.

E o que vem a ser Cambuquira?


Quem não se lembra de Dona Bela, personagem de Zezé Macedo(1916-1999) na Escolinha do Professor Raimundo?

Imaginem o Professor Raimundo perguntando: "Dona Bela, a senhora já degustou numa Cambuquira??"

E ela assustada, gritaria e chamaria o nobre docente de "depravado e indecente" afirmando que ele só pensa...naquilo!!

Calma, Dona Bela! Cambuquira é um broto de aboboeira, muito apreciado em guisados de carne assada no início do povoamento da região.

Como Chegar

Vindo do Rio de Janeiro: Encarar a Via Dutra até o distrito de Engenheiro Passos, em Resende. De Eng. Passos, adentre no acesso a BR-354 passando pelas cidades de Itamonte, Pouso Alto e Caxambu. Em Caxambu, pegue a BR-267 como se fosse para Três Corações e Campanha até o trevo de acesso a Cambuquira.

Linhas de Ônibus: A Bel-Tour disponibiliza horários saindo da Rodoviária Novo Rio para Cambuquira.

Vindo de São Paulo: A melhor opção é aBR-381 (Fernão Dias) até o trevo para Campanha. Adentre na BR-267 e passe por Campanha e siga até o trevo para Cambuquira.

Linhas de Ônibus

São Paulo x Cambuquira (Seção da linha SÃO PAULO X TRÊS CORAÇÕES)
Santos x Cambuquira
São Bernardo do Campo x Cambuquira
São Caetano do Sul x Cambuquira
Santo André x Cambuquira (Seções da linha SANTOS x TRÊS CORAÇÕES. Operadas pela
Transul)
Piracicaba x Cambuquira
Americana x Cambuquira
Bragança Paulista x Cambuquira
Juiz de Fora x Cambuquira(Seções da linha Piracicaba x Juiz de Fora. Operada pela Viação Santa Cruz)

Vindo de Belo Horizonte: Encare a BR-381 (Fernão Dias) até o trevo para Três Corações. Desta cidade são aproximadamente 20 quilômetros até Cambuquira.

Linhas de Ônibus

Belo Horizonte x Cambuquira (Seção das linhas BH x Cruzília, BH x São Lourenço e BH x Passa Quatro. Operada pela Gardênia)

A Gontijo e a Expresso União tem ônibus saindo de Cambuquira para Brasília e Cristalina.

Abraço e tudo de bom! Até a próxima visita pelo Circuito das águas de minas!

Texto: Luiz Antonio Doria

Fotos: Rodrigo Gomes

Fonte Pesquisa: Confederação Nacional dos Municípios e Wikipedia.


Nenhum comentário:

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.