Ads Top

Falando o Gonçalês - Engenho do Roçado e Ipiíba

Fala, meu povo!

E depois de andar pelo barro da Legião e pelas empoeiradas ruas de Anaia e da Estrada da Meia-Noite, o RDV retorna as terras de São Gonçalo do Amarante.

Ou simplesmente, São Gonçalo...ou Saigon, São Gongon, Gongolândia. Como preferirem!

E vamos entrar pelo roçado...Pelo Engenho do Roçado.


O bairro pertence ao distrito de Ipiíba, segundo distrito de São Gonçalo. Agora, vocês imaginam que Ipiíba já foi de Niterói um dia?



Ipiíba já foi Itaipu um dia?

É, carésimos! Em algum período de nossa historia brasilis o distrito de Ipiíba já foi Itaipu. A então freguesia de São Sebastião de Itaipu (Elevada a essa categoria no ano de 1819) e era composta por quatro engenhos (Um deles deveria ser o Engenho do Roçado). Em Ipiíba está um dos marcos históricos da cidade, a Fazenda Nossa Senhora da Boa Esperança.


Curioso é que nesta época havia duas Ipiíbas: A Pequena(Onde ficava essa fazenda) e a Ipiíba dos Mineiros (Provavelmente deve ser a Fazenda dos Mineiros, outro bairro de São Gonçalo.



Quando São Gonçalo teve sua emancipação declarada, em 1890, o novo município se constituía do distrito-sede e das freguesias de Nossa Senhora da Conceição do Cordeiro e de São Sebastião do Itaipu. Mas, dois anos depois, São Gonçalo voltava para as terras de Niterói e as duas freguesias foram retomadas para as mãos niteroienses (Aliás, o principal motivo dessa reintegração se deve a essas duas freguesias).

E depois de muitas campanhas contra a arbitrária decisão do governo estadual da época, São Gonçalo voltava a ser município, mas sem Itaipu e N.Sra da Conceiçao. Mas, só a partir de 1929 é que "São Gongon" consegue plenos direitos de exercer a sua municipalidade.


E em 1943, após uma nova divisão territorial, Itaipu ficou de vez com Niterói...Restou a São Gonçalo o distrito de Ipiíba...

...que já foi servida com o serviço de trens. A Estação foi inaugurada com o nome de Santa Izabel, mas depois passou a se chamar pelo nome do distrito. Hoje, serve de moradia para alguém que não tem a noção de que está morando em um patrimônio da história ferroviária fluminense.

Esse não é um jogo qualquer...é O JOGO!!!


E na próxima parada...


...Santa Izabel e Itaintindiba!

Segurem-se nas poltronas, pois a viagem não é em tapete...é em puro chão mermo!

Pé na Jaca rapaziada e até a próxima!





Texto: Luiz Antonio Doria
Fotos: Rodrigo Silva
Fonte Pesquisa: Wikipedia e http://www.escolaecia.hpg.ig.com.br/sghist.htm




Nenhum comentário:

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.