Ads Top

Mauá: O Barão e a Praia de lugar elevado

Fala, meu povo!
Já falamos de Magé, do distrito de Piabetá e hoje vamos conhecer Mauá, a Praia de Mauá. O bairro mageense fica localizado em Guia de Pacobaíba, quinto distrito do citado município e berço da ferrovia brasileira.

Mas tudo começa na Central do Brasil...e não é de trem que vamos para lá.


Para se chegar lá só de Ônibus ou van. De Ônibus, se espera um pouquinho... e de Van, um pouquinho a menos. Depois de me informar com o despachante da ÚNICA empresa que liga a Central com a referida localidade, fui informado que o próximo ônibus da linha 466C São Francisco x Central seria às 13h30min. E olha que eu e minha namorada chegamos no ponto as 12h30!!!! Haja paciência, amigos visitantes!

E enquanto isso, fomos assediados por motoristas de van que ofereciam seus serviços rumo a longinqua praia. E de boa, passou por nós um Torino da Trans1000 que tinha acabado de chegar de Nilópolis.

Mas, depois de ver vários coletivos da União (Simmm!!! União, aquela que o nosso amigo "Caxiense" tem alergia rsrsrsrs) indo para Ana Clara e Saracuruna eis que nossa condução chega.

Um Busscar Urbanuss!!!! Bem, poderia ser pior... antes dele, havia parado um Apache Vip MICRÃO. Mas, o despachante deu um papo no piloto e ele se escafedeu com o Caio, nos deixando com este Mercedes-Benz OF 1721.

E lá vamos nós passando pela "Avenidasil" (cantarolada por Raulzito) , Rodovia do Washington (Não o Reis... o Luiz!) até a Rio - Magé, rodovia que liga Itaboraí a Rodovia Rio - Teresópolis.
Já em território mageense, uma das praças de pedágio operadas pela CRT, a Concessionária Rio Teresópolis. Para quem usa a BR-101 Norte, podem começar a se acostumar com essa imagem.

Após a passagem do pedágio, entramos no trevo de acesso a Praia de Mauá. Adentramos pela Estrada Nova de Mauá (Segundo relatos da "patroa", nem quero imaginar como era a Estrada Velha de Mauá hehehehe) onde o asfalto está em bom estado e curvas que são U ÓÓÓ!!!!

No meio do caminho, tinha (ou tem?!?) uma estação ferroviária: Mauá tem estação, mas o trem... já não passa com aquela rara frequencia. A Estação pertence ao Ramal Guapimirim, operada (ou abandonada) pela Central - Companhia Estadual de Engenharia, Transportes e Logísitica.



Na localidade Leque Azul (diante da imagem acima, não preciso dizer o por que do nome!) foram encontrados materiais e correntes que nos remontam a um período que a colônia portuguesa crescia sob o sacrifício de negros vindos da África.

Mauá é um termo indígena que significa elevação ou lugar elevado, pois na localidade existe um morro onde se instalou a Igreja de Nossa Senhora dos Remédios e de lá tinha uma visão ampla da região.

Mauá também é o nome de um rio que possuía uns 14 km de extensão e lá muitos navios passavam em seu leito. Hoje, ele se restringe a um canal existente na Figueira.

Calçadão da Praia de Mauá

A Figueira é uma região da Praia de Mauá onde se concentra o comércio local. E esse comércio vem desde os áureos tempos do Rio Mauá (Por sinal, o nome do rio deu origem ao nobre título de Irineu Evangelista de Sousa, o Barão de Mauá).

Como chegar


Saindo do Rio de Janeiro: Pegue a Avenida Brasil até o trevo de acesso a Rodovia Washington Luiz e deste ponto em diante, siga até o acesso a Rio - Magé, adentrando no mesmo no Km 144. Após passar pela primeira praça de pedágio(Km 133,5), dobre a direita no acesso ao bairro pela Estrada Nova de Mauá.


Linhas de ônibus

A localidade é atendida por apenas duas empresas: União e Transturismo Rei Ltda (TREL). A primeira, por meio da linha 466C São Francisco x Central (que possui uma frequência de uma em uma hora). A TREL disponibiliza as linhas 505I Ipiranga x Duque de Caxias(Via Suruí) e 506I Ipiranga x Duque de Caxias (Via Estrada Nova de Mauá).

Transporte Alternativo: Da Praia de Mauá, há kombis para os bairros de Piabetá, o bairro mais importante de Magé, e São Francisco (e para as praias do Anil e da Olaria).

De Belo Horizonte: Seguindo pela BR-040 (Rio x Juiz de Fora) até o cruzamento com a Rio - Teresópolis, já em terras fluminenses, no Km 144. Após passar pela primeira praça de pedágio(Km 133,5), dobre a direita no acesso ao bairro pela Estrada Nova de Mauá.


E depois de conhecer a praia do Barão...


...preparem-se para conhecer os Ônibus que atendem aos mageenses de Mauá!


Abraço e tudo de bom!




Texto e fotos: Luiz Antonio Doria

Fonte Pesquisa: Site http://br.geocities.com/praiademaua




5 comentários:

  1. Primeiramente parabéns pelos comentários, realmente o local é ímpar, simplesmente maravilhoso. Uma calma exemplar pra quem admira o viver romântico, livre, leve e solto. Quem dera haverem outros locais nesse Brasil a fora que pudessem se traduzir da mesma forma, garanto-lhes que seria bem mais prazeroso o viver.

    ResponderExcluir
  2. parabens por encontrar um site que explica como maúa é, sempre ouvi falar, mais nunca vim aqui, até que em fevereiro de ano, passei o carnaval aqui, que lugar maravilhoso,transmite uma paz que lugares nobre nunca tiverão, moreio em Bangu durante 15anos e deixei tudo para trás para vim para Maúa, algumas coisas tende a melhorar como onibus, mais educação e saúde que mesmo precaria funciona , meus filhos adoram este lugar são adolecentes é aqui eu encontro a tranquilidade de se criar um filho longe da violência.

    ResponderExcluir
  3. Maua é um lugar maravilhoso para se passar ferias ou mesmo morar. Eu amo esse lugar, inclusive foi lá que conheci a mulher da minha vida.

    ResponderExcluir
  4. para mim não existe lugar pior no mundo. tem alto indice de tudo de ruim.

    ResponderExcluir
  5. Realmente, mauá é um bom lugar pra se viver.Tranquilo, com pouquissimos casos de violência. Só tem um problema: se você for uma pessoa politizada e gostar de falar de politica, que fale bem dos COZZOLINO, do contrário você terá que sair de lá correndo ou vai ficar lá pra sempre(no cemitério de guia de pacobaiba)Irônicamente fui morar e trabalhar lá em 2001 pra fugir da violência do Rio de Janeiro.Estava vivendo bem tranquilo, dava passeios pela praia alta madrugada, ia dançar nos forrós, serestas, namorar...Até que um dia fui falar mal dos politicos de lá - resultado - sofri três atentados contra minha vida.Se não saisse de lá correndo...Mas quem sabe um dia, quando o Câncer matar os COZZOLINO que estão no poder, ou quando o povo aprender a votar, Mauá se torne um lugar melhor.

    JULHINHODAADELAIDE

    ResponderExcluir

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.