Ads Top

Dos sacolejos de Iguaba para o temporal em Tanguá

Enfim, chegava a meu destino: IGUABA GRANDE. A Orla está ficando mais arborizada e já tem mais uma agência bancária na cidade. E segundo moradores, o BB que se cuide!

Para Bacaxá, estava indo esse Busscar Urbanuss Pluss sob o chassi MB OF1418 da Montes Brancos. Assim como o Viale, o Urbanuss Pluss é uma carroceria que já está há um bom tempo sem muitas mudanças e ainda nas cabeças!

Outro Busscar apareceu indo buscar a criançada na escola! Busscar Urbanus sob MB OF 1315 ou 1313? Deixo para os especialistas de plantão dirimirem a minha dúvida.

Missão cumprida, quite com a justiça eleitoral. Era a hora de voltar para casa...mas, não ia voltar para Vilar dos Teles sem antes ver a Cristal.

Os únicos concorrentes da Cristal são kombis que vão para o Arrastão das Pedras (e quem já morou ou passou o carnaval em Iguaba sabe...é longe PACAS! Ir a pé prá lá? Nem f...), Sapeatiba (láááá em Jeb-jeb do norte) ou para a Posse (que também é um pouquiiiiiiiinho longe).

E olha a novidade do momento em Iguaba: Cristal de pintura nova e com um serviço "executivo". Um Senior estilo Carmense com um equipamento de ar (Não sei se condicionado ou janelado) mais antigo que as "gaivotas" da Recrusul. E a plaquinha no vidro dianteiro indica que ele vai prá Posse.
NEM PARECE QUE DANÇA...

Quem vê esse Torino G6 OF1418 nem imagina por onde ele passou...

Por dentro das "matas urbanas" de Iguaba Grande e Araruama, esse Torino da Montes Brancos cumpre brilhantemente a sua função de unir distâncias e aproximar veranistas de todas as partes.


Entre nesgas de asfalto e muita poeira, eu já saía de Iguaba e adentrava em Iguabinha. Araruama está próxima (mas não muito).


Até os lugares mais paradisíacos tem os seus pedaços nada românticos!


Já nas proximidades da Praia do Barbudo, volta o traçado asfaltado da RJ-106. Agora, sim é seguir em frente até o ponto final.

PARA LAVAR A ALMA...LÁ VEM TEMPORAL

Como vocês puderam ver, a cada quiômetro percorrido naquela tarde a bordo do Torino "caixa de sapato" pressentia o temporal que tava prá chegar.

De Araruama seguiria para Tanguá. Estava afim de levar uns litros de Ginger, o elixir da virilidade! Teria que ir a Rio Bonito para pegar um Volare ou qualquer coisa para chegar lá. Ô se a Rio Ita tivesse um Road igual ao da Montes Brancos para Rio Bonito...

...mas fico satisfeito em matar as saudades do RJ 152.069 na linha "via asfalto". Aguardem que eu vou contar sobre a diferença entre a B105 via asfalto e via chão.

Depois de encarar o "conforto" de um Volare, cheguei em Tanguá.

Mas me decepcionei: Não tem mais Ginger em Tanguá. A novidade em Tanguá não é busológica e sim urbanística.

O centro da cidade passou por uma senhora revitalizada desde a última vez em que eu e o Silva passamos por aqui. Apesar da chuva que caía, pude contemplar as inovações paisagísticas.

Mas é isso aí, meus amigos! Aqui se encerra mais uma viagem do RDV. Agradeço aos que visitam e viajam conosco através dos nossos posts.

Abraço e tudo de bom!


Texto e Fotos: Luiz Antonio Doria


Edição de fotos: Fernando Ezídio

2 comentários:

  1. Cara, sua historia está muito show, gostei muito uma aventura e tanto em..continue assim.

    Abraço !

    ResponderExcluir
  2. Ainda bem que não choveu em Iguaba, hehehe...

    ResponderExcluir

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.