Ads Top

O Caminho rumo ao Chiado Perene de Minas

"Caminhando contra o vento, sem lenço sem documento no sol de quase dezembro...eu vouuuuuuu..."

Bem, foi num dia ensolarado sim...mas, não num sol de quase dezembro...foi num feriado da sexta-feira santa que me encaminhei em busca de um chiado perene num bucólico e tranquilo recanto mineiro. Muito vento (e poeira também!) pelos caminhos que me levaram até lá.

Enquanto o Rodrigo Silva (Linha Verde) seguiu de Alcântara de Galo Branco, parou na Rodoviária Novo Rio e encarou um Salutaris (foto abaixo) rumo a Três Rios...

...encarei um roteiro variado de Vilar dos Teles à Três Rios, como vocês podem conferir no traçado preto.

Foram Três Torinos G7 no meio do caminho: Um da Flores e dois da Normandy( os dois da Normandy serão mostrados no CANTINHO DO BUSÓLOGO referente a essa primeira parte). E para a minha "sorte", veio um Senior (A Normandy me aaaaama!!!) para ir a Três Rios.

Da janela de um OF 1418, as serras e a natureza constante da RJ-125. A Rodovia estadual começa em Seropédica (Entroncamento com a Via Dutra) e passa pelos municípios de Japeri, pelos distritos de Paes Leme, Mangueira, Conrado...

...Arcádia (acima, vemos um trecho ferroviário da antiga Estação Ferroviária de Arcádia) e Governador Portela, em Miguel Pereira. E vai seguindo por dentro de Paty do Alferes: Pedras Ruivas, Arcozelo...

Praça Nilo Montese, Avelar - Paty do Alferes.

...Avelar, Tabões...


A Antiga Estação Ferroviária de Andrade Costa. Ela foi inaugurada em 1898 em homenagem ao Eng. Gabriel de Andrade Costa. Confira mais fotos desse patrimônio histórico em Trens & Cia (Alô Jorge, aqueeeele abraço!!!)

...Andrade Costa e Ubá(Distritos de Vassouras), tendo acesso a BR-393(Rodovia Lúcio Meira).


Depois de Andrade Costa, mudamos de rodovia...e de cidade também: Sai a RJ-125 (Também conhecida como Ary Schiavo. Prefeito de Nova Iguaçu entre 1955-1959 e teve grande importancia para o crescimento de Japeri, na época o sexto distrito de Nova Iguaçu) e entra a RJ-131. Sai Vassouras e...

...Bem-Vindos a Paraíba do Sul!! Na foto acima, vemos (de forma corrida, é verdade!) a Estação Ferroviária de Cavaru e abaixo o cruzamento férreo da Estação de Werneck.

Passando ainda por Inema e Salutaris (daí o nome de sua principal empresa de transporte de passageiros, a Salutaris) chegamos ao Centro de Paraíba do Sul.


Apesar de ter sido a primeira cidade visitada pelo RELATOS DE VIAGEM ETC (Ainda nos primórdios do Weblogger), acho que terei que fazer uma nova visita a cidade :)


"Pode deixar, Betinho...um dia eu aceito o seu convite e vou conhecer mais a fundo a cidade."



E depois de "passear" em Paraiba a bordo do Senior do vovô, era a hora de adentrar Lucio Meira adentro!

Rumo a Três Rios, onde o São Geraldo me esperava para ir a Chiador...Mas, sei que voltarei novamente a cidade e relatarei com detalhes o que a cidade tem de bom!

E Três Rios chegou! Contemplemos a Estação Ferroviária da cidade de Três Rios. Na verdade, existiam duas estações: A que pertencia a E.F. Central do Brasil e a E.F. Leopoldina. A primeira, foi inaugurada em 1867 e se chamava "Entre Rios" e fazia parte da E.F. Central do Brasil, que saía da Central e ia até Japeri. A Estação foi demolida e só resta atualmente a Guarita da mesma.

Já a Estação da E.F. Leopoldina ainda existe e hoje abriga o Centro Cultural da prefeitura de Três Rios. Inaugurada em 1811, a estação parece ser apenas um posto auxiliar da linha principal (EFCB) e ficava a alguns quarteirões da estação da Central do Brasil.

Além do Centro Cultural, lá também fica a casa do futuro. Mas, o futuro a Deus pertence...o presente naquele momento era enfrentar as estradas de chão e muita poeira rumo a Chiador (A pasta 1749 do excelente fotopage Onibus & Cia tinha atiçado ainda mais a minha curiosidade sobre a cidade).

Embarcamos eu e Rodrigo Silva em um Padron Alvorada, encarroçado sob o chassi Mercedes-Benz OF 1315 (que será exibido no CANTINHO DO BUSÓLOGO) e em uma hora de viagem sob o sol quente do feriadão da sexta-feira santa, desfrutamos de paisagens típicas de obras de arte.


Asfalto somente do lado de Três Rios...porque após atravessar a fronteira por meio de uma ponte que nos dava as boas-vindas entrávamos em Chiador. Mas a sede do Município só depois de 18km e muita poeira, passando pelo distrito de Penha Longa e enfim, o distrito-sede da cidade.

Abraços e até Santo Antônio de Chiador, amigo visitante!!
Texto: Luiz Antonio Doria
Fotos: Luiz Antonio Doria e Rodrigo Silva
Fonte Complementar Estações Ferroviárias: Estações Ferroviárias do Brasil






2 comentários:

  1. Senhores BUSÓLOGOS,

    Parabéns pelo SITE.
    Também conheço Chiador e sua gente educada, agradável e hospitaleira, dentre elas, o inesquecível ZÉ VELHO e seus deliciosos tira-gostos.
    Enquanto vocês conheceram Chiador de ônibus, eu conheci de bicicleta, saindo de Nova Iguaçu via Petrópolis e Sapucaia.
    Até a próxima ! MARCO ANTÔNIO

    ResponderExcluir
  2. Fala, Marco Antonio!

    Interessante! Quantos dias você levou para fazer esse trajeto? Poderia nos contar esse seu relato?

    Abraço e tudo de bom!

    ResponderExcluir

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.