Ads Top

A Vila de Nossa Senhora do Amparo...ou simplesmente Amparo

Bem-vindos a Amparo, Visitantes do RELATOS DE VIAGEM ETC.

Devido a excelência e qualidade de suas águas, Amparo tornou-se a primeira cidade do "Circuito das Águas", que inclui também as cidades de Águas de Lindóia, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Serra Negra e Socorro (E o RDV. ainda irá se lavar dessas águas...hehehehe), a ser considerada Estância Hidromineral.

O Morro do Cristo

Com fotos de David Santos Chaves Jr., o RELATOS DE VIAGEM apresenta um pouco mais dessa simpática cidade.

E "Senta que lá vem história"...

Catedral Nossa Senhora do Amparo

A origem do município data do início do século XIX, com o antigo povoado de Nossa Senhora do Amparo, localizado na região do sertão de Manducaia, entre os rios Sapucaí, Manduê, Jaguari e os contrafortes da Serra da Mantiqueira. A região era desconhecida e para lá se dirigiram os desbravadores, pessoas vindas de Bragança, Atibaia e Nazaré, atraídas pela fertilidade das terras.

A primeira capela foi construída em 16 de julho de 1824. Com o crescimento, houve necessidade da criação da freguesia, em 2 de março de 1839, do município de Bragança Paulista. Em 14 de março de 1857, foi criada a vila denominada Amparo, com terras já bastante divididas.

Fonte Municipal

O café teve sua importância a partir da segunda metade do século XIX, quando se produziram 15 milhões de quilos, momento que transformou a vila em cidade, no dia 28 de março de 1865.

Santa Casa Anna Cintra

A chegada da via férrea, em 1875, Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, e a mão-de-obra escrava contribuíram para o crescimento e o desenvolvimento de sua riqueza. A partir de meados do século XIX, Amparo começou a receber, em pequenos grupos, imigrantes estrangeiros e migrantes nacionais, organizando uma colônia agrícola.

Mercado Municipal

O projeto apresentado pelo engenheiro arquiteto Alexandre Albuquerque para a construção do novo Mercado foi aprovado em 1906. O arquiteto buscou inspiração na arquitetura oriental numa aluSão às tradições comerciais dos povos árabes. A Câmara Municipal contratou a obra com José de Souza Carvalho e Carlos Remorini e a inauguração se deu em 1912.

E como vimos no início do post, Amparo também é de CRISTO!!

...do CRISTO REDENTOR.

Além de se destacar com a qualidade de suas águas e de sua tranquilidade e clima histórico, Amparo também se destaca na Agricultura: É uma das principais cidades produtoras de chuchu do Brasil e tendo um grande pólo de confecção infantil.

Igreja do Rosário

O Museu Bernardino de Campos

Amparo também é história...

O Museu Bernardino de Campos foi originalmente construído em 1885 e serviu de residência ao Cel. Luiz Leite e a Prefeitura e Câmara Municipal.

E o RELATOS DE VIAGEM ETC. apresenta, O Exmo. Sr. Bernarndino de Campos.

Bernardino José de Campos Júnior

(Pouso Alegre, 6 de setembro de 1841 — 18 de janeiro de 1915) foi um político brasileiro. Foi o segundo e sexto presidente do governo do estado de São Paulo, de 23 de agosto de 1892 a 15 de abril de 1896 e de julho de 1902 a maio de 1904. Formou-se em Direito em 1863, pela Faculdade do Largo de São Francisco.

Foi jornalista e lutou pelo abolicionismo. Fundador do Partido Republicano Paulista (PRP), foi deputado provincial (1888/1889), chefe de polícia (1889/1890), deputado constituinte e deputado federal (1891/1892), presidindo a Câmara dos Deputados.

Em 1892 iniciou seu primeiro mandato enfrentando a revolução dos federalistas, enviando socorros para a cidade paranaense da Lapa, que se encontrava sitiada, e destacando forças para vários pontos do litoral. Entre o primeiro e o segundo governo de São Paulo foi ministro da Fazenda (1896/1898) e senador da República.

No segundo mandato, iniciado em 1902, desenvolveu um novo plano de saneamento do porto de Santos, pois novamente ocorria um surto de febre amarela. Inaugurou o Museu do Ipiranga e melhorou o abastecimento de água na Capital. Prosseguiu sua carreira política como senador estadual entre 1903 e 1915. Apoiou a campanha civilista pró Rui Barbosa para as eleições à Presidência da República. Recebeu o título de General Honorário do Exército Brasileiro.

E com uma pequena mostra da natureza Amparaense, encerramos esse post sobre essa cidade. Eu, Viajante Dória, gostei e me senti nessa bela cidade. E já fiquei com vontade de conhecer mais sobre o Circuito das Águas. E agradeço ao David Santos Chaves Jr. pelas fotos. E se preparem, pois vem aí o CANTINHO DO BUSÓLOGO de Amparo.


Como Chegar

Vindo do Rio de Janeiro:
Seguir pela Via Dutra até a saída de acesso para a SP-065, passando pelas cidades de Igaratá, Nazaré Paulista, Bom Jesus dos Perdões, Atibaia e Itatiba. De Itatiba, siga pela SP-360, passando pela ciadade de Morungaba.

Linhas de Ônibus:

Rio de Janeiro x Monte Sião (Descer em Amparo) - Bel-Tour
Campinas x Ouro Fino - EXPRESSO METROPOLIS TRANSPORTES E VIAGENS LTDA

Abraços a você, que visita o RELATOS DE VIAGEM ETC.

Texto: Luiz Antonio Doria
Fotos: David Santos Chaves Jr.
Fontes História de Amparo: Confederação Nacional dos Municipios e www.explorevale.com.br
Fonte Biografia Bernardino de Campos: Wikipedia

Nenhum comentário:

Olá!

Sua opinião é muito importante para nós. Esperamos sua visita por aqui mais vezes.

Grande abraço e tudo de bom!

Tecnologia do Blogger.